O Que É a Micropigmentação e Para Que Serve?

A micropigmentação está a tornar-se cada vez mais popular entre homens e mulheres que procuram ter um aspeto mais harmonioso, simétrico e saudável.

Desde maquilhagem semi-permanente a reconstrução de mamilos, esta técnica não só se tem provado extremamente versátil a nível estético, como tem vindo a fazer a diferença na vida de muitas vítimas de acidentes ou de doenças.

Neste artigo vais ficar a saber mais acerca de micropigmentação, as suas vantagens e desvantagens, e um pouco acerca de como funciona.

Foto: eu a dar consulta de micropigmentação do eyeliner
Foto: eu numa consulta de micropigmentação do eyeliner

A micropigmentação é uma técnica de dermopigmentação (pigmentação da pele a nível superficial) com origem nas tatuagens. Ou seja, sim, envolve usar uma máquina que perfura a pele com agulhas mergulhadas em pigmento. No entanto, esta técnica tem a característica especial de ser semi-permanente – com duração de alguns anos. Mais abaixo explico o processo mais detalhadamente e num artigo futuro explicarei exatamente o que podes esperar de um tratamento.

O termo “micropigmentação” originou nos Estados Unidos da América, e engloba técnicas de aplicação cosmética (desenho semi-permanente de sobrancelhas, eye-liner e lábios) e paramédicas (reconstrução de mamilos, disfarçar cicatrizes, estrias e manchas, e redefinir a linha capilar).

Tradicionalmente a micropigmentação fica-se por aqui, mas o potencial desta técnica fez-me abranger também a aplicação de sardas (mais uma técnica de aplicação cosmética) ou de desenhos em diferentes partes do corpo, dando a possibilidade de ter tatuagens semi-permanentes.

Agora, exatamente qual é a definição de micropigmentação, e porque haverias de querer submeter-te a uma agulha perfurar a tua pele centenas de vezes por segundo?

Boa pergunta…

A micropigmentação é uma tatuagem. Ponto final. Se não gostas de agulhas, este tipo de tratamento possivelmente não é para ti.

No entanto, a grande diferença entre a micropigmentação e a tatuagem tradicional é que a tatuagem é permanente enquanto que a micropigmentação não o é:

Além dos pigmentos em si serem de natureza diferente, a micropigmentação realiza-se a nível da epiderme, a sua fixação acontece entre a epiderme e a derme, logo acima da camada basal, e tem uma duração que varia de pessoa em pessoa entre 2 e 4 anos até precisar de retoque (a eliminação total pode levar cerca de 6-7 anos).

Artigo Relacionado: O Que Precisas de Saber Antes de Fazer Tatuagens ou Micropigmentação

MICROPIGMENTAÇÃO ESTÉTICA E PARAMÉDICA

Os objetivos da micropigmentação estética e paramédica, pelo menos para mim enquanto técnica de micropigmentação, são a correção e embelezamento de imperfeições faciais ou corporais, procurando sempre a simetria e harmonia de acordo com a personalidade, fisionomia, e gosto da cliente.

NOTA: Acho importante que uma pessoa se ame tal como é e com todas as suas “imperfeições”, sem dúvida. Ninguém PRECISA de um tratamento deste tipo. No entanto, também acredito no equilíbrio. Acredito que uma pessoa que se ama a si mesma também gosta de cuidar de si, de se vestir de uma certa forma, de ter o cabelo de certa maneira, de manter o seu visual coerente com a sua personalidade.

Não é por acaso que um dos principais sintomas de depressão é a pessoa não cuidar de si. Não se vestir de manhã, tomar banho, pentear-se… E não é por acaso que das melhores coisas que alguém com depressão pode fazer é isso mesmo: mimar-se, cuidar de si e do seu exterior para que isso contagie o seu interior.

Penso que o importante aqui é o equilíbrio, sim. A linha fina entre não depender de maquilhagem para se sentir bem consigo mesmo/a, mas permitir-se cuidar de si e exprimir-se através do seu aspeto físico.

Como técnica de micropigmentação, vejo este equilíbrio fazer a diferença na vida de muitas pessoas: sejam pessoas mais idosas que não têm a paciência nem a mobilidade para se maquilharem, sejam pessoas que não têm sobrancelhas por razões naturais ou não, pessoas com lábios pálidos e “mortos”, pessoas que perderam as sobrancelhas devido a medicações ou tratamentos agressivos como quimoterapia, pessoas com grandes cicatrizes devido a acidente ou cirurgia, pessoas que sofrem de alopecia (doença rara que resulta na perda de todo o cabelo do corpo), de vitiligo (doença rara que leva à perda da coloração natural da pele), e até de tricotilomania (transtorno psicológico que provoca um impulso urgente e irreprimível da pessoa arrancar o próprio cabelo)  … A lista continua.

Artigo Relacionado: A Estética Como Ferramenta de Desenvolvimento Pessoal

Exemplo de micropigmentação num caso de alopecia

Dito isto, a micropigmentação não deve ser aplicada como substituto à maquilhagem. É apenas uma técnica complementar, em que o objetivo é permitir a comodidade de manter uma imagem “perfeita” 24 horas por dia, mas sempre com naturalidade e sem sofisticação.

Ou seja, trabalhar com as feições e fisionomia natural da cliente de forma a manter um visual harmonioso e natural. Além disto, se a cliente quiser “apraltar-se” um pouco mais (como se for sair à noite, para uma festa, jantar, etc.) tem ainda a liberdade de se maquilhar como entender, de acordo com o visual que achar apropriado para a ocasião.

Subscreve à Newsletter Grátis

MICROPIGMENTAÇÃO DE DESENHOS

Desenho em micropigmentação
Desenho que fiz em micropigmentação

Na micropigmentação de desenhos no corpo como tatuagem semi-permanente, para mim o objetivo é apresentar alguém ao mundo das agulhas e pigmentos ao proporcionar-lhes a oportunidade de experimentar ter uma tatuagem, sem o compromisso vitalício que implica uma tatuagem permanente.

Por exemplo, imagina que gostarias de fazer uma tatuagem específica, mas tens medo de te arrepender dela mais tarde. Com a micropigmentação tens a possibilidade de ter essa tatuagem durante um período aproximado de 3 anos. Se gostares dela, passados esses 3 anos podes retocá-la para que fique como nova e dure outros 3 anos, podes ir fazendo alterações no design e/ou na cor, a qualquer momento podes decidir que não a queres mais e removê-la ou simplesmente esperar que desapareça naturalmente, ou até podes decidir que gostas mesmo dela e torná-la numa tatuagem permanente quando quiseres.

Artigo Relacionado: O Que Fazer Para Que Nunca Te Arrependas Das Tuas Tatuagens

O facto da micropigmentação ser um tratamento temporário trás consigo 2 vantagens principiais que são aplicáveis tanto a nível estético (maquilhagem semi-permanente e desenhos) como paramédico:
  • Flexibilidade de acordo com os teus gostos e/ou a moda: temos a possibilidade de alterar a cor e a forma, sem que haja o compromisso de ter algo fixo para o resto da vida;
  • Manter simetria e harmonia mesmo com o aparecimento de flacidez ou alterações do rosto ou do corpo.
As desvantagens que vejo nesta técnica são 2, e penso que vale a pena mencioná-las:
  1. Consideravelmente mais caro do que uma tatuagem permanente: Enquanto que uma tatuagem num bom estúdio pode custar a partir dos 60€-70€, um tratamento de micropigmentação com bons pigmentos num bom estúdio pode custar a partir dos 100€.
  2. Precisa de renovação regular: mais ou menos de 3 em 3 anos a cor começa a desvanecer e a precisar de retoque. Normalmente os estúdios fazem retoques a um preço mais baixo.

No entanto, como já reparaste depois de ler este artigo, é um tratamento extremamente versátil que pode ser utilizado das mais variadas formas para os mais variados fins, devido à sua natureza semi-permanente e pouco traumática para a pele, visto acontecer a um nível superficial.

Aqui vão alguns exemplos:

  • Corrigir e harmonizar a forma dos olhos fazendo o desenho junto à linha das pestanas, o que aumenta o volume ótico das mesmas, e corrigir a linha das pálpebras;

 

 

  • Facilmente aumentar ligeiramente o volume dos lábios, marcar o seu contorno, corrigir falhas de forma simétrica e harmoniosa, e dar-lhe o tom apropriado de acordo com o tom de pele e gosto pessoal;

 

 

 

 

 

  • Corrigir o arco da sobrancelha, modificar a sua estrutura ou até mesmo criá-la, caso seja inexistente, tendo em conta a fisionomia e estrutura natural do rosto (formato e espaçamento dos olhos, formato da cara e estrutura óssea do sobrolho);

 

 

 

  • Corrigir manchas na pele, camuflando-as usando pigmentos da cor da pele natural;

 

 

 

 

 

 

 

  • Camuflar cicatrizes, estrias, e peles queimadas;

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Reconstruir aureolas mamárias;

 

 

 

 

 

 

 

  • Fazer reconstrução capilar;

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Tatuar desenhos temporários no rosto e/ou no corpo

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Dar ênfase, disfarçar, ou construir sardas no rosto e/ou corpo…

 

 

… Tudo isto e muito mais, sempre com a possibilidade de ir fazendo alterações à técnica, forma e cor conforme necessário.

Espero que este artigo tenha sido informativo e que te tenha esclarecido um pouco mais acerca da micropigmentação.

Tens alguma dúvida, opinião, comentário ou observação? Comenta abaixo 🙂 Adoraria ouvir de ti!

 

 

 

Clica na foto para me visitar no Facebook!

 

 

Fontes de imagens:
- https://1blogai.wordpress.com/tag/olhos/
- http://www.esteticaexcellence.com.br/micropigmentacao-fio-a-fio-das-sobrancelhas/
http://www.vashticosmetic.com/permanent-makeup-services.html
http://www.andreatoth.co.uk/treatments.php?page=scar_camouflage_burns
https://permanentmakeuptattoo.wordpress.com/2015/06/10/hello-world/
- http://purebeau-us.com/procedures/medical-micropigmentation/
- http://www.cureandcompany.com/vinnie-myers/
https://akclinics.org/hair-restoration/scalp-micro-pigmentation-india/
- https://new.grabone.co.nz/beauty-massage-spa/other-hair-salons-products/p/scalpture-co-1
- http://www.instyle.com/beauty/permanent-makeup-guide#1278841
- http://www.dominiquebossavy.com/stretchmarks

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.